fbpx

Após concluir a graduação em direito, muitos profissionais logo pensam em ter o próprio negócio e em abrir um escritório de advocacia. Por essa ser uma tarefa árdua, existem muitos passos e observações a serem analisadas e planejadas, para que não ocorram imprevistos.

Se você está pensando em abrir um escritório de advocacia, confira a seguir as dicas que a Alkasoft separou para orientar e facilitar esse processo:

Analise o mercado

Este deve ser o primeiro passo para quem deseja dar início ao próprio escritório de advocacia. É muito importante perceber a melhor hora para iniciar seu negócio. Observe se a economia está  favorável, se conseguirá crédito necessário para o investimento, por exemplo. Outro ponto a ser analisado é o mercado da sua cidade ou região, e refletir: “Tenho público para minha área?”. Em muitos lugares, existem diversos escritórios de advocacia e por isso é preciso estudar o mercado antes de iniciar seu novo negócio. 

Defina a atuação

Para definir a atuação do escritório de advocacia, também é necessário um estudo de mercado e demanda. Após analisar o mercado, é o momento de escolher qual a especialização que você deseja atuar, conforme todos os trâmites da OAB.

Abrir sozinho ou em sociedade?

Esta é uma das grandes dúvidas de quem vai abrir um escritório de advocacia. Se você tiver um profissional em mente, que seja responsável e comprometido, vale a pena abrir em sociedade. Contudo, também é possível abrir seu escritório sozinho, se preferir. 

Planejamento financeiro

Antes mesmo de iniciar as atividades do escritório, é fundamental realizar um planejamento financeiro, levando em consideração todo o investimento que será necessário para a abertura do escritório. O controle das finanças também é muito importante durante seu funcionamento, pois escritórios de advocacias possuem uma dinâmica diferenciada, necessitando uma atenção maior. Para otimizar tempo e reduzir custos, você pode contar com o Software Jurídico Lawyer.

Gostou das dicas? Aproveite para conferir mais posts em nosso blog

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *