relatório para escritório de advocacia

O que é um relatório para escritório de advocacia? Um documento que traz dados relevantes a respeito de algum indicador ou situação do negócio. São informações essenciais que podem nortear toda a atividade e melhorar os resultados do escritório.

Confira a seguir a importância dos relatórios na advocacia e 5 bons exemplos para adotar em seu negócio!

A importância do relatório para escritório de advocacia

O grande volume de dados gerados na advocacia é um desafio para o gestor. Se ele não conseguir organizá-los e interpretá-los, eles não serão úteis para os resultados do escritório. Felizmente, existe uma maneira de resolver esse problema: relatório para escritório de advocacia.

Funcionalidade presente em bons softwares jurídicos, ele dá ao gestor a possibilidade de controlar diversos aspectos da gestão jurídica. 

Antes de saber como gerá-los, tenha em mente que ele deve ser realmente relevante para sua atividade e objetivo, com informações-chave e métricas precisas. Afinal, eles dão uma visão geral sobre certos aspectos e embasam a tomada de decisões estratégica. 

Para gerar um relatório para escritório de advocacia, você pode adotar a via manual de reunir todas as informações em um único documento. No entanto, atualmente, eles são gerados por meio de softwares jurídicos que apresentam essas funcionalidades. Basta selecionar as informações desejadas conforme os campos da ferramenta e pronto.

Após certo tempo, você pode emitir novamente o mesmo relatório e compará-lo com o anterior, para ver se eventuais melhorias surtiram efeito, se os resultados melhoraram e muito mais.

Os benefícios são inúmeros, tais como:

  • Melhoria na gestão de tarefas financeiras, processuais e de pessoal a partir do monitoramento de indicadores de forma consistente;

  • Acompanhamento detalhado de projetos estratégicos do escritório, com planejamento mais assertivo de ações a partir dos dados;

  • Melhor gestão de contratos e clientes, uma vez que as informações ficam visíveis e podem ser compartilhadas.

Em outras palavras, com os relatórios, é possível estar sempre de olho nos indicadores de performance do escritório para saber como andam as atividades.

5 exemplos de relatórios indispensáveis para escritórios de advocacia

Relatório de informações aos clientes

A excelência no atendimento ao cliente é uma das ações mais efetivas para o crescimento de um negócio. Por isso, um relatório para escritório de advocacia fundamental é aquele que traz dados sobre as informações prestadas aos clientes. 

Os advogados atuam em nome de seu cliente e devem informá-los sobre o andamento processual. Com esse relatório, fica mais fácil enviar as informações importantes a cada novo andamento. 

Relatório de processos e andamentos processuais

Um relatório para escritório de advocacia que não pode faltar em seu negócio é aquele que controla os processos judiciais. São inúmeros profissionais, áreas do Direito, clientes e causas. Para organizar essa informação de modo que ela seja útil, o relatório de processos e andamentos processuais é ideal.

Relatório de produtividade

Intimamente ligado ao relatório de processos, o relatório de produtividade traz informações sobre o tempo dedicado a cada processo ou atividade realizada no escritório. Com esses dados, o gestor avalia se as equipes estão correspondendo às expectativas. Se não estiverem, poderá tomar ações para conhecer os motivos e as melhorias na produtividade da equipe.

Relatório de inadimplência

O relatório de inadimplência é importante para o gestor entender o que está prejudicando o fluxo de caixa e, em sequência, adotar métodos de cobrança dos devedores. É, sem dúvidas, um importante relatório gerencial.

A partir da análise sobre determinado período, o responsável pode decidir o que é prioridade para executar o pagamento ou se é preciso ofertar alguma nova condição de pagamento para o cliente. 

Demonstrativo de resultado do exercício (DRE) e de fluxo de caixa

Outro relatório para escritório de advocacia ligado à gestão financeira é o demonstrativo de resultado do exercício (DRE) e fluxo de caixa. 

O DRE analisa a performance financeira ao longo de um período. Já o relatório de fluxo de caixa dá ao gestor a capacidade de prever receitas e despesas futuras, baseadas naquelas que aconteceram.

São dois relatórios muito comuns na contabilidade e que fazem toda a diferença nos resultados do negócio!

Se você ainda não usa relatório para escritório de advocacia, está perdendo a oportunidade de alavancar seu negócio. Esses relatórios auxiliam o gestor a tomar melhores decisões e a levar o escritório a outro patamar.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.