fbpx

Uma boa gestão de prazos de advocacia é fundamental para o escritório. Ela envolve o acompanhamento de intimações e citações, o monitoramento de andamentos processuais e outras tarefas de organização. Em suma, uma estrutura interna bem eficiente torna o escritório funcional. Mas qual o motivo para ter uma boa gestão de prazos de advocacia?

Veja, a seguir, 3 momentos em que ela se mostra essencial!

Organizar processos internos

A organização de processos internos em um escritório de advocacia é completamente dependente de uma gestão de prazos por motivos claros, já que a atividade, quando judicializada, obedece aos prazos processuais estabelecidos nos códigos. Então, todas as ações devem estar ligadas a essa questão específica.

Portanto, se o advogado organiza sua rotina e os processos internos, de forma a cumprir todas as demandas nas datas previstas, obterá sucesso em sua atividade. Há muitos processos com prazos que vencem simultaneamente, e somente a organização possibilitará o cumprimento de todos.

Para manter o trabalho em dia, é interessante automatizar o que for possível quanto à organização. Captura automática de intimações, citações e andamentos processuais são medidas estratégicas. Da mesma forma, o sistema duplo de alertas de prazos, que podem ser configurados com uma antecedência que possibilite seu correto cumprimento.

Prestar um serviço de excelência

A gestão de prazos de advocacia é, também, o que possibilita ao advogado prestar seus serviços com excelência. Não basta apresentar a melhor tese jurídica em uma petição ou ter um atendimento ao cliente impecável. Se o profissional perde algum prazo judicial em sua demanda, tudo vai por água abaixo. E, sem dúvidas, esse é um dos principais desafios na advocacia, uma vez que ter organização dos processos internos é algo bem difícil – principalmente porque estamos falando sobre advogados, e não administradores.

Para prestar um serviço de excelência, é preciso minimizar todos os riscos que comprometem a prestação. No que diz respeito aos prazos de advocacia, conforme vimos, uma das formas de fazer isso é organizando processos internos. E isso está ligado a um planejamento jurídico que consegue conciliar o cumprimento de prazos simultâneos. Planejar é segmentar todas as fases que envolvem esse cumprimento, de modo que o profissional consiga realizá-las com dedicação e atenção.

Tenha sempre em mente que a prestação excelente de serviços é o que fideliza um cliente.

Fidelizar clientes

Se você é um advogado preocupado em ter uma cartela de clientes cheia, sem dúvidas, se importa com a fidelização – e saiba que realizar uma boa gestão de prazos de advocacia é fundamental para que isso ocorra, trazendo sucesso para o escritório.

Imagine que seu cliente possui uma ação que versa sobre Direito Societário, cujo valor de causa é bastante alto. Já pensou em perder um prazo processual? Uma decisão desfavorável do juiz por isso pode trazer danos financeiros e patrimoniais indetermináveis para o escritório. Não só diretamente, com a possível indenização a ser feita ao cliente, mas pela postura que ele adotará em relação ao seu negócio.

Um escritório de perde prazos fica com a imagem desgastada em relação ao mercado e ao cliente, que fará questão de contraindicar seu negócio a outros potenciais clientes.

Para realizar uma boa gestão de prazos de advocacia, os profissionais devem adotar soluções que contribuam para uma boa prestação dos serviços. O uso de um software jurídico completo, como o Alkasoft, auxilia o advogado a visualizar, de forma ampla, todos os prazos que estão em andamento no escritório.

Isso significa ter visibilidade sobre o prazo de cada ato judicial que deve ser cumprido após o recebimento da citação ou da intimação referente a ele, sobre o número do processo a que o prazo corresponde, bem como a data da ocorrência (que influencia na contagem do prazo) e o responsável por ele.

Como está sua gestão de prazos de advocacia? Entre em contato conosco e confira os benefícios que o Lawyer da Alkasoft pode trazer para você!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *