fbpx
escritorio-de-advocacia-primeiros-passos-alkasoft

Montar o próprio escritório de advocacia costuma ser o sonho de muitos advogados. Seja você um advogado recém-formado, seja um profissional com alguns anos de experiência, empreender na área jurídica requer planejamento e determinação. Afinal, a concorrência é forte nessa área.

Todos os dias, novos escritórios de advocacia são abertos e, para sobreviver diante de tanta concorrência, é preciso destacar-se. Uma gestão eficiente, um serviço de excelência e um atendimento capaz de encantar os clientes mais exigentes são aspectos importantes para que você consiga alcançar o sucesso. Dessa forma, se você está pensando em abrir um escritório de advocacia, é importante ficar atento a alguns cuidados para não cometer erros que podem comprometer a sua iniciativa.

Confira o passo a passo para montar um escritório de advocacia de sucesso

Muitos advogados acreditam que basta fazer um bom trabalho para garantir o sucesso de um escritório de advocacia. E, é claro, esse é um aspecto fundamental para qualquer profissional que busca uma carreira bem-sucedida. No entanto, ele não é o único.

Ser capaz de montar e de gerir uma empresa pode ser muito mais desafiador do que se pensa. É preciso ter conhecimentos que vão além da área jurídica e habilidade para contornar situações adversas.

Confira um passo a passo para montar o seu escritório de advocacia e realize o sonho de ser dono do seu próprio negócio.

1. Faça pesquisa de mercado

Você sabia que grande parte das pessoas que decidem empreender – independentemente do setor que elas escolham – não obtém sucesso nos negócios? E uma das razões para isso é justamente a falta de planejamento.

Por mais que você acredite que conhece o mercado e tenha noção de quanto custa manter um escritório de advocacia em funcionamento, acredite: você provavelmente não possui todas as informações necessárias.

Montar um plano de negócios, pesquisar o mercado, acompanhar a concorrência, ouvir casos de triunfos – e também de fracassos – é o primeiro passo para montar um escritório de advocacia.

2. Defina a sua área de atuação

Muitos escritórios de advocacia atuam em diversas áreas do Direito, mas quase nenhum deles presta um serviço de excelência em todas elas.

Se você está começando o seu negócio, muito provavelmente a sua estrutura – e também a sua equipe de trabalho – não é tão grande assim, concorda? Dessa maneira, é praticamente impossível que você consiga contar com profissionais especializados em todas as áreas.

Por isso, o mais importante é definir qual será a sua área de atuação. Foque em sua expertise e busque tornar-se referência nesse ramo do Direito. E acredite: é melhor firmar-se em uma área específica do que ser conhecido como um escritório “faz-tudo-mais-ou-menos”.

3. Avalie bem os seus custos

Agora que você já fez um estudo de mercado, planejou como seria a abertura da sua empresa e já sabe em quais áreas seu escritório oferecerá serviços, é hora de avaliar os custos que você terá para abrir o seu escritório de advocacia.

Todas as informações que você compilou até o momento vão ser de extrema importância para você saber toda a estrutura que precisará montar. Por exemplo, o tamanho da sala, quais equipamentos comprar, a equipe de trabalho necessária, entre outros aspectos.

Tudo isso, na hora de tirar do papel, gera um custo. E você precisa saber se tem os recursos financeiros para arcar com esses gastos nos primeiros meses, até que o escritório de advocacia se estabeleça e consiga os primeiros clientes. Se você e seus sócios não têm os recursos necessários, vale procurar no mercado linhas de crédito que sejam mais acessíveis e que podem ajudar você nesse início.

4. Crie uma presença digital

Por mais tradicional que a área do Direito seja, seus clientes com certeza estarão na internet. Sendo assim, é melhor que você também esteja. Criar um website é uma estratégia importante para que possíveis clientes conheçam mais sobre o seu escritório, as áreas de atuação dele, o endereço, formas de contato, entre outras informações.

Outra opção bastante interessante é criar estratégias de Marketing Digital. Perfis em redes sociais, como Facebook, Instagram e LinkedIn, podem ser ótimos reforços de marca que, se administrados da forma correta, auxiliam na prospecção de clientes.

5. Invista em um software de gestão

Por último, mas suma importância, investir em um software jurídico especializado em gestão pode ser decisivo para o sucesso do seu escritório de advocacia.

Isso porque, por melhor profissional que você seja, atividades de gestão financeira e de pessoal são tarefas que vão ocupar o seu dia a dia e, consequentemente, comprometer a sua produtividade em relação ao que realmente importa: conquistar novos clientes e prestar um excelente serviço advocatício.

Softwares jurídicos são capazes de otimizar tarefas rotineiras e proporcionar uma gestão mais eficiente do seu escritório de advocacia. E tudo isso facilitando a sua dedicação para a advocacia.

Essas foram algumas dicas para montar o seu escritório de advocacia e alcançar o sucesso. Esperamos que tenham sido úteis para você! E você, tem alguma outra dica? Compartilhe conosco!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *