fbpx

Diante de um cotidiano corrido, um escritório de advocacia precisa manter suas rotinas e processos jurídicos sempre em ordem. Do contrário, a equipe de trabalho começará a perder prazos e atrasar entregas. E essas são, sem dúvida alguma, as piores imagens que uma empresa pode passar aos clientes: falta de organização e má gestão.

Por isso, um escritório de advocacia organizado, com rotinas e processos definidos, tarefas delegadas de forma clara e com documentos acessíveis a todos, é essencial para conquistar e, mais importante, manter clientes. Neste artigo vamos dar algumas dicas para organizar as rotinas e os processos jurídicos do seu escritório. Confira!

Agenda compartilhada

O primeiro passo para melhorar a organização do seu escritório de advocacia é trazendo transparência aos processos. E para isso, nada melhor do que criar uma agenda compartilhada com toda a equipe.

Opte por versões online, em que você pode editar e notificar toda a equipe em caso de mudanças ou imprevistos. Dessa maneira, todos terão acesso aos compromissos e obrigações do escritório. Caso algo não saia conforme o planejado, é possível entrar em contato com o cliente e contornar a situação.

A agenda compartilhada também evita inconvenientes, como quando um cliente liga e você não sabe em que estágio está um de seus processos jurídicos. Já foi protocolado? Teve alguma movimentação na última semana?

Você precisa responder a essas perguntas ou, do contrário, causará a impressão de que ninguém sabe o que está acontecendo na empresa.

Softwares jurídicos são ótimas soluções para esse problema. Eles permitem a visualização de agendas diárias, semanais ou até mesmo mensais. Além disso, enviam notificação de prazos, tarefas que serão executadas, audiências e outros compromissos relacionados aos seus processos jurídicos.

Estabeleça prioridades e delegue tarefas

Existem alguns momentos em que tudo parece que é prioridade, não é? E que, consequentemente, você não conseguirá entregar todas as demandas em tempo.

Pois bem, mesmo nessas circunstâncias caóticas, acredite: algumas prioridades são maiores do que as outras. E é nessas tarefas que você precisa concentrar-se.

Anote todos os compromissos e atividades que você deve concluir naquela semana e estabeleça prioridades para cada item. Dessa forma, você começa pelas demandas mais urgentes e, caso não consiga terminar tudo, as tarefas inadiáveis terão sido finalizadas e o restante ficará para o outro dia.

De nada adianta entrar em pânico por causa da quantidade de entregas que você precisa fazer. Isso só vai prejudicar a sua produtividade, está bem?

Ah, se você tiver a agenda organizada e compartilhada conforme mencionamos acima, fazer esse controle de prioridades torna-se muito mais fácil. E você ainda pode delegar tarefas quando elas realmente forem urgentes e você não conseguir dar conta.

Organize documentos e processos internos

Nada é capaz de prejudicar mais as rotinas do que uma empresa com informações desencontradas e sem processos internos bem definidos.

Digamos que você precise fazer determinada atividade. Para isso, precisa analisar documentos que foram arquivados por alguém em algum lugar que você também não faz ideia de onde. Complicado, não?

Você provavelmente vai precisar interromper o trabalho de vários profissionais para perguntar se eles sabem onde estão localizados aqueles documentos. E, após horas de procura, você até encontra tudo que precisava, mas já perdeu metade da tarde nessa função.

Por outro lado, se o seu escritório de advocacia possuísse procedimentos padronizados de arquivamento, essa atividade poderia ser concluída muito mais rapidamente. Bastaria procurar nas pastas predeterminadas e pronto!

Percebeu por que razão a organização de documentos e a definição de processos são tão importantes para a produtividade de toda a equipe? Invista nisso!

Defina responsabilidades e competências

Em qualquer empresa, é comum encontrar demandas que exigem a participação de mais de um profissional. Algo, por exemplo, que envolva assuntos administrativos e jurídicos ao mesmo tempo. Se você não possui um procedimento padrão para adotar ou sua equipe não tem responsabilidades bem estabelecidas, essas atividades podem ficar bem mais complexas. Afinal, quem é responsável pelo quê?

Diante desse cenário, procure definir competências para todos os membros da sua equipe. Assim, todos saberão quem procurar quando precisar de ajuda em alguma demanda.

Essas foram algumas dicas para tornar a gestão do seu escritório mais organizada e com processos internos mais bem definidos.

Se você está procurando soluções para otimizar a gestão do seu escritório de advocacia, entre em contato conosco ou solicite uma demonstração de nosso software jurídico! Quem sabe não somos exatamente o que você procura?

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *