Mitos e verdades sobre softwares jurídicos

Os softwares jurídicos são sistemas de gestão jurídica que podem ser utilizados em escritórios de advocacia e departamentos jurídicos.

É uma solução de extrema importância, pois auxilia no gerenciamento de dados e informações, abordando todos os aspectos da atividade. Como resultado, propicia uma tomada de decisões mais qualificada.

Mesmo com tantos benefícios, há muitos mitos em torno dos softwares jurídicos, que desvendamos agora!

Softwares jurídicos são caros: MITO

Um dos mitos sobre sistema para advogados mais comuns é o alto custo. Na verdade, existe um software jurídico ideal para cada escritório, adequado às necessidades de cada negócio e com um custo correspondente.

Na prática, é um “custo” que escritórios pequenos, médios ou grandes conseguem absorver sem muito esforço. 

Com o advento da computação em nuvem, o desenvolvimento de sistemas passou a ter um custo menor.

Com isso, as legaltechs que oferecem a solução colocam à disposição dos advogados diferentes planos e pacotes, cada um deles com preço compatível à entrega de valor. 

Inclusive, um ponto importante para considerar sobre os softwares jurídicos é que eles são, na verdade, um investimento.

São complicados de usar: MITO

O receio de muitos advogados quando pensam em softwares jurídicos é que eles compliquem mais a rotina ao invés de simplificá-la. No entanto, esse é um dos mitos sobre sistema para advogados que não faz sentido quando a escolha pelo software é correta. 

Existem sistemas, sim, que são complicados de usar, pois possuem design pouco amigável e layouts confusos. Porém, há boas opções de softwares jurídicos com interface intuitiva, layout moderno e amigável. Um rápido treinamento de todos os profissionais é suficiente.

Essa evolução se deu também com o advento dos smartphones, pois os softwares passaram a atender à mobilidade. E para funcionar em dispositivos móveis, a usabilidade deve ser mais simples. 

São bons somente para grandes escritórios: MITO

Escritórios pequenos com poucos casos ou escritórios de massa podem usufruir dos beneficios de sistema jurídico. É mais um mito sobre softwares jurídicos acreditar que eles não servem para pequenos negócios.

Isso porque as ferramentas são customizáveis e acessíveis para qualquer tamanho de escritório. Como apontamos, o investimento inicial é proporcional às demandas de cada cliente. Ou seja, mesmo as bancas menores conseguem suportar seu custo, porque o software é adequado à sua realidade.

Não são seguros: MITO

A segurança da informação é uma preocupação primordial em qualquer negócio, especialmente com o advento da LGPD. E existem mitos sobre sistema para advogados que abordam exatamente a falta de segurança.

No entanto, muitos softwares jurídicos são soluções seguras para o armazenamento de dados e informações. Boa parte deles adotam a computação em nuvem como base, o que significa que os dados não ficam hospedados diretamente em máquinas, servidores ou datacenters físicos. 

Os dados dos softwares jurídicos em nuvem ficam armazenados na internet, em um servidor online, e não na própria rede do escritório.

A segurança dos dados é responsabilidade do provedor do sistema e envolve antivírus, medidas contra perda de informações e práticas de proteção de dados, como criptografia.

Vale destacar que a segurança é do sistema, o que significa dizer que você estará seguro acessando-o do notebook ou do smartphone.

Verdades sobre softwares jurídicos

Com tantos mitos em torno dos softwares jurídicos, precisamos apontar algumas verdades sobre o uso desses sistemas, certo? 

Os softwares jurídicos trazem vantagem competitiva aos escritórios, pois profissionalizam a prática da advocacia em todos os pontos. Isso inclui desde o gerenciamento de tempo, prazos e pessoal, até o relacionamento com o cliente.

Com a otimização de toda a atividade, possibilita o crescimento do escritório de maneira sustentável, posicionando-o melhor no mercado.

Além disso, em um mundo volátil como o atual, confere mobilidade para as equipes conseguirem trabalhar de qualquer local com conexão à internet. Isso também ajuda a manter o fluxo de trabalho organizado.

Os benefícios de sistema jurídico são muitos. Na advocacia 5.0, o uso de softwares jurídicos é uma premissa para os escritórios. É uma solução inteligente, que traz muitos benefícios ao negócio, seja qual for o seu porte.

Veja como um escritório de advocacia pequeno se beneficia de um software jurídico!

escritorio-digital

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.